Liberdade e Raízes

Escrevi umas coisas, apaguei sem querer – volta e meia isso acontece. Já é bem tarde, penso em você.

Mas não se engane. Sou vento, pensamento, sou perto e distante, intenso e leve. Do cão tenho qualidades (algumas nem tanto, talvez), do pássaro a liberdade: do divino inteligência, de meus pais o amor. Sou mistura de tudo isso, esteja onde for.

Mas crio raízes, mais entre seres do que entre rochas do chão. Pois tenho na presença das estimadas personas, de minha felicidade a razão. Se há bem nos anos, que voam sem se ver passar, é ter a vida com os amigos, e como indivíduo poder melhorar.

Que é uma pessoa ou um homem, de fato, senão suas atitudes e também seu pensamento? Não há o que meça um humano, senão a infinita soma de cada momento.

da série “past posts”, textos antigos não-publicados. Este é de nov 2013.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s